Outback Steakhouse – Balneário Camboriú.

No último sábado fui conhecer um restaurante bem antiguinho já, mas que eu achava que o lugar mais próximo que teria era em São Paulo. Fomos para comemorar o dia dos namorados atrasado (antes tarde do que nunca, não é mesmo).
O Jean já conhecia o Outback de SP, então já sabíamos que valeria a pena a distância, e até mesmo a espera se houvesse.
A chegada.
Havia fila, claro, mas visualmente nem parecia que era tanta haha. Na entrada, você dá o nome e aguarda com um “pager” na mão, que é um aparelhinho eletrônico que acende luz e vibra a hora que chega a sua vez (fiquei com medo de jogar aquele negócio longe, mas a vibração é bem suave, não dá susto não).
Os mimos na espera
Durante a espera, eles servem umas tacinhas de champagne e batatinhas, só para você não morrer de fome e ir embora. Mas tivemos o azar de não comer nada, porque era só trocarmos de lugar, que a atendente entregava para o lado oposto ao nosso haha (azar mesmo). Mas a espumante era muito boa, bem docinha.
Tempo de espera
Levamos 1:15 para entrar, isso mesmo minha gente, é esse mesmo o tempo estimado lá nos finais de semana. De segunda a quarta o movimento é bem menor. Vale ir nesses dias.
Entramos
Depois desse tempo todo, entramos e daí em diante só alegria, sentamos em uma mesa super bem localizada e o atendimento foi imediato.
Atendimento
Excelente. O atendente Rafael muito atencioso, explicou muito bem como funcionava, como era os pontos da carne, o quão apimentado eram os pratos, as quantidades, tudo bem certinho, para que uma pessoa que vai a primeira vez não se sinta perdida e parecendo um ET. haha. Toda hora passava perguntando se estava tudo certo, sempre deixando a mesa limpa.
Os pratos
De entrada pedimos o Kookaburra Wings, que nada mais é, do que o franguinho bem apimentado, com um molho que tinha gosto de queijo, uma delícia sem fim. O molhinho bem cremoso, combinação perfeita. Se eu tivesse comido só aquilo já estava bom demais. O couvert era um pão bem ruinzinho com nata, mas estava bem quentinho então tá bom. OUTBACK BC 09OUTBACK BC 08OUTBACK BC 05O Jean tomou 2 chopp Brahma, e eu dois sucos de morango. O suco era da polpa da fruta, mas eu acredito que você nunca tomou um suco daquele, consistente, bem grossinho. Nada a ver com esse sucos de polpa de lanchonete, ou aquelas polpas de mercado, o sabor era surreal (salivando aqui).

Prato principal: Eu pedi Strip Steak, que em resumo é uma carne grossa. haha. Como eu não sou a louca da carne, achei normal. Gostosa, mas se eu tivesse pedido macarrão tinha acertado mais. Não pedi porque era muito desaforo ir lá e não comer carne né (mas da próxima me aguarde). O ponto da carne que pedimos foi o “ponto para bem passado”, mas podia ser um ponto acima.De acompanhamento pedi uma arroz bem temperado com pimentão, pimenta e alguns outros temperos verdes. Muito bom, suculento, adorei.OUTBACK BC 03OUTBACK BC 01OUTBACK BC 06 O Jean pediu Aussie Grilled Picanha, que nada mais é do que carne de novo hahaha. Mas essa é mais fina do que a outra, o Jean gostou bastante também. Ele é mais carnívoro do que eu, então, para ele foi o prato ideal mesmo. De acompanhamento, ele pegou batata, que ao meu paladar estava crua, dura. Mas diz o Jean que estava al dente hahaha (então tá né ).OUTBACK BC 02OUTBACK BC 07 Ambiente
Tudo muito lindo, luz bem baixa (por isso as fotos não ficaram tão boas), limpo, uma faca gigante que mal conseguia segurar haha.

Resumo: Não vejo a hora de voltar para comer o macarrão e tomar o suco de morango novamente, valeu a espera toda.
Outback Steakhouse
Balneário Camboriú Shopping
Bairro dos Estados – Balneário Camboriú

Espero que tenham gostado.
Beijos e até a próxima.

 

 

  • Tati

    O pão ruinzinho com nata na verdade é um pão australiano com manteiga… E isso não se chama couvert, isso se chama entrada.
    Couvert é música ao vivo que não existe no Outback…

  • Oi Tati, você está correta. Na segunda vez que fui no Outback percebi que se tratava de um pão australiano com manteiga de ervas. Sobre o couvert é comum as pessoas acharem que só se trata de música ao vivo que no caso seria couvert artístico.( https://goo.gl/keM4DB ) Obrigado pelo comentário.